fbpx
Now Reading
Conheça a Escócia com a Anelise, do “Vida na Escócia”

Conheça a Escócia com a Anelise, do “Vida na Escócia”

Tempo de Leitura: 4 minutos

A Escócia ainda é um destino pouco procurado por brasileiros, mas quem visita costuma fazer planos de voltar, de tanto que este pequeno país surpreende! As paisagens repletas de lagos, montanhas e muitos castelos são de tirar o fôlego. As histórias, cheias de romance e mistérios, inspiram e encantam, e ajudam as pessoas a se transportarem para outras épocas, onde o som da gaita de foles embalava aventuras e monstros do lago dominavam o imaginário.

Um dos destinos imperdíveis é a capital, Edimburgo, cujas cidades velha e nova são patrimônio mundiais da Unesco. Caminhar pelas ruas medievais da  cidade, observar a arquitetura, e explorar as lojinhas da Cidade Velha já são uma atração em si, mas Edimburgo tem tanto a oferecer que vale a pena dedicar alguns dias para visitar com calma os castelos, os museus, descobrir os becos históricos, subir os Arthur’s Seat, e frequentar alguns dos pubs mais antigos da Europa, talvez para provar o haggis, o prato nacional.

O Castelo de Edimburgo, no alto.

Bem localizada, a cidade também pode servir como base para vários tipos de tours de um dia, como tours pelos locais de locação Outlander, tours pelas Mini Highlands, em lagos, castelos e destilarias, e tours históricos por Stirling, Linlithgow, e vilarejos parados no tempo. 

Culross, um vilarejo parado no tempo.

Pelo caminho, a certeza de ver muitos campos, ovelhas, e talvez algumas das famosas vaquinhas “de franja” daqui, as hairy coos.

Hairy coos.

Quem tiver mais tempo e puder ir mais longe, pode fazer um tour pelas Terras Altas, onde fica o famoso Lago Ness e onde estão algumas das paisagens mais incríveis do país.

Castelo de Urquhart, no Lago Ness.

Com mais de 900 ilhas, a Escócia tem uma infinidade de roteiros possíveis, com seus vilarejos pesqueiros e coloridos, cidades medievais, e caminhadas por lugares mágicos, como as famosas piscinas das fadas, na Ilha de Skye. Quanto mais ao norte se vai, mais é possível perceber a herança nórdica, da época em que vikings viviam invadindo a região, até que muitos acabaram se estabelecendo por aqui. O gaélico, a antiga língua dos celtas escoceses, ainda é falado em algumas ilhas do oeste, onde também estão alguns dos círculos de pedras mais antigos do mundo. 

Círculo de pedras.

A melhor época para visitar a Escócia é entre abril e setembro, que é quando os dias estão mais compridos e quando muitas das atrações – que fecham para o inverno – estão abertas. Quem vier em agosto, pode desfrutar do maior festival de artes do planeta, o Fringe, em Edimburgo, e também de shows diários de música e dança escocesa, que acontecem na esplanada do Castelo (o Military Tattoo). No verão, principalmente nos meses de julho e agosto, acontecem também, em várias cidades, os Highland Games, que são competições de jogos e esportes típicos escoceses, como arremesso de tora, disputas de gaita de foles e dança folclórica e cabo de guerra. Este é o tipo de evento em que se consegue absorver ao máximo elementos importantes da cultura escocesa. 

Highlands Games,
Foto: Atholl State

Outra vantagem de visitar a Escócia nesta época é o clima mais agradável. Embora este seja um país chuvoso, de clima difícil e imprevisível, o verão oferece mais chances de dias lindos de sol. 

See Also
Gastronomia na Suíça: Manual para provar a cultura

Em qualquer estação, você pode contar com a minha experiência e parceria para transformar a sua visita à Escócia em um evento inesquecível. 

Eu, na Ilha de Skye.

Sou a Anelise, uma brasileira apaixonada pela Escócia e criadora do blog “Vida na Escócia”. Sou guia formada e credenciada pela Visit Scotland,  e especialista em história e patrimônio escoceses pela Universidade de Edimburgo. Ofereço tours personalizados, com um roteiro elaborado de acordo com o que as pessoas mais gostam e mais esperam ver aqui na Escócia. São especialmente elaborados para quem gosta de natureza, história, e quer visitar os cantinhos mais mágicos e deslumbrantes do país de William Wallace, em uma experiência única e personalizada, sem ter que se preocupar com nada além de se deixar levar por todo este encanto que só existe aqui. 

Também ofereço experiências únicas: já pensou em casar na Escócia, em uma típica cerimônia celta de handfasting, às margens do Lago Ness? E que tal atravessar um loch em um barco, para chegar até um castelo em uma ilha? Ou fazer uma trilha por um bosque considerado encantado, explorar uma ilha cheia de puffins, ou visitar antigos locais celtas sagrados? 

Puffins.
Foto de Ramon Vloon.

Seja qual for a sua escolha, traga roupas impermeáveis e sapatos confortáveis, e se prepare para deixar parte do seu coração aqui. ❤️

Loch Duich, no outono.
View Comments (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Assessoria de Viagem para Brasileiros

Copyright © 2020 | All rights reserved

Scroll To Top